Diverso

Reflexão clichê de fim de ano

Sempre que chegamos ao fim de um ano, um ar saudosista e clichê de retrospectiva instintivamente paira sobre nossos pensamentos. É inevitável não passar pela cabeça as conquistas ou derrotas que se deram ao longo dos 365 dias. E que ano! Aconteceram tantas coisas interessantes. Consigo me lembrar de pelo menos umas três ou quatro grandes reviravoltas e acontecimentos importantes em que espero ter vivido o mais intensamente possível.
Mas, quantos degraus da longa escadaria da vida eu subi esse ano? Bem menos do que gostaria. E acredito que eu não sou o único que pensa assim.
Me considero um perfeccionista moderado. Gosto de tudo muito bem feito. Mediocridade me assusta. E até que gosto disso.
E o que espero do próximo ano? Espero que ele comece no dia 1 e que o dia 2 venha logo em seguida. Está bom assim.
Sem muitos planos ambiciosos espero viver a graça que é de graça todos os dias.


Vídeo

Nível Raso – Rodolfo Abrantes

Faz todo sentido para o momento que muitos estão vivendo. Eu, inclusive.


Citação

Não tratem com desprezo …

Não tratem com desprezo as profecias,
mas ponham à prova todas as coisas e fiquem com o que é bom.
1 Tessalonicenses 5:20-21

Nem tudo que ouvimos aí dos grandes púlpitos são verdades para nós. Nem tudo devemos simplesmente engolir sem mastigar.

Em Oséias 4:6 diz que o povo foi destruído por falta de conhecimento e é isso que vemos muito hoje nos nossos dias: grandes homens falando à grandes multidões uma grande quantidade de papo furado que desce goela abaixo sem nenhum questionamento por parte do povo.

Falta-nos um pouco mais de identidade quanto à Palavra e examinar sua veracidade como os Bereanos: “Os bereanos eram mais nobres do que os tessalonicenses, pois receberam a mensagem com grande interesse, examinando todos os dias as Escrituras, para ver se tudo era assim mesmo. 
Atos 17:11″

Que não sejamos marionetes de fácil manipulação, antes tenhamos um conhecimento profundo daquilo que cremos.

;)


Frases de C.S. Lewis

Clive Staples Lewis, conhecido como C. S. Lewis (Belfast29 de Novembro de1898 – Oxford22 de Novembro de 1963), foi um autorescritor irlandês que se salientou pelo seu trabalho académico sobre literatura medieval e pela apologéticacristã que desenvolveu através de várias obras e palestras. É igualmente conhecido por ser o autor da famosa série de livros infanto-juvenis de nome As Crônicas de Nárnia.

Fonte: Wikipédia

 

Cada vez que você faz uma opção está transformando sua essência em alguma coisa um pouco diferente do que era antes.

-‘O bem, quando amadurece, se mostra cada vez mais diferente,
não só do mal, mas de qualquer outro bem.’
-‘O mal pode ser desfeito, mas não pode “transformar-se” em bem.’

Quando se trata de conhecer a Deus, toda a iniciativa depende dEle. Se Ele não se quiser revelar, nada do que façamos nos permitirá encontrá-lo.

Deus só pode mostra-se como realmente é a homens reais. E isto significa não apenas a homens que sejam individualmente bons, mas a homens reunidos num só corpo, que se amem uns aos outros, que se ajudem uns aos outros e mostrem Deus uns aos outros.

[Eu] Pensava que nós seguíamos caminhos já feitos, mas parece que não os há. O nosso ir faz o caminho.

Porque era assim que a humanidade devia ser de acordo com o plano divino: como os músicos de uma única orquestra, como os órgãos de um único corpo.

Deus sussura a nós na saúde e prosperidade, mas, sendo maus ouvintes, deixamos de ouvir a voz de Deus. Então Ele gira o botão do amplificador por meio do sofrimento. Aí então ouvimos o ribombar de Sua voz.

Se você está à procura de uma religião que o deixe confortável, definitivamente eu não lhe aconselharia o cristianismo.

É por causa da avareza ou estupidez do homem, e não por rispidez ou severidade da natureza, que temos pobreza e trabalho excessivo.


Estampas de Camisetas

(mais…)